Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Dezanove
A Saber

As notícias de Portugal e do Mundo

A Fazer

Boas ideias para dentro e fora de casa

A Cuidar

As melhores dicas para uma vida ‘cool’ e saudável

A Ver

As imagens e os vídeos do momento

Praia 19

Nem na mata se encontram histórias assim

Os melhores do Queer Porto 2020

feiticeiras.jpg

A Noite de Encerramento da 6ª edição do Queer Porto - Festival Internacional de Cinema Queer decorreu este Sábado. Fica a conhecer os vencedores da edição de 2020. 

 


“Para Onde Voam as Feiticeiras” (Brasil, 2020, 89’), de Eliane Caffé, Carla Caffé e Beto Amaral, foi considerado Melhor Filme. O Júri da Competição Oficial, composto por Amanda Ribeiro (jornalista do Público), Daniel Gorjão (diretor de programação de artes performativas da RTP2) e Francisco Alves (diretor artístico do Teatro Plástico) decidiu atribuir o Prémio de Melhor Filme a Para Onde Voam as Feiticeiras (Brasil, 2020, 89’), de Eliane Caffé, Carla Caffé e Beto Amaral, um prémio no valor de três mil euros atribuído pela RTP2, pela compra dos direitos de exibição do filme neste canal. Segundo o júri, trata-se de um filme fundamental e desafiante nos dias que correm, tanto no Brasil como no mundo. Simultaneamente disruptivo e pedagógico, mostra a importância da rua como palco da luta social, mantendo o espectador colado ao ecrã pela sua energia, humor, algum refrescante optimismo e apelo à acção".

O júri atribuiu ainda o prémio de Melhor Curta-Metragem de Escola Portuguesa da Competição In My Shorts a “À Tarde, sob o Sol” (Portugal, 2020, 10'), de Gonçalo Pina. O júri destacou o “rigor técnico. Esperamos que este jovem realizador se possa afirmar em futuras obras”.