Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Dezanove
A Saber

As notícias de Portugal e do Mundo

A Fazer

Boas ideias para dentro e fora de casa

A Cuidar

As melhores dicas para uma vida ‘cool’ e saudável

A Ver

As imagens e os vídeos do momento

Praia 19

Nem na mata se encontram histórias assim

Só quero ser eu

Voz Arco-Íris poesia lgbti

Quero saber.

O que é ser igual? 

Ser normal?

Ser aceite?

Quero saber como é:

Ser espontâneo

Ser ouvido

Ser amado

Ser feliz

Ser eu 

Ser alguém 

Sentir-me parte de algo é ser forte! 

Quem sou eu?

Não tenho nada de errado.

Em pensar que um dia eu serei livre 

Não sei se vou chegar até ao final!

Não sei se não vou desaparecer! 

Mas vou lutar. 

Vejo uma luz no fim do túnel.

Ser capaz de acreditar!

Num poder superior que me vê. 

Sem pecado ou sodomia. 

Mas ter liberdade e justiça para todos. 

Derrubar essas estruturas de separação. 

Ter sentimentos, que não seja tristeza. 

Ter algo que nunca tive.

Não sou algo abominável. 

Não quero me sentir um fraco! 

Que todos ouçam quando eu falar!

Viver o além das portas fechadas!

Não ser expulso dos lugares!

Quero fazer amigos! 

Não sou menor ser humano.

Não sou doente. 

Só quero viver numa terra com liberdade.

Não numa terra que exclui.

Não era pra ser assim?

Viver à base de lágrimas derramadas!

Ao longo desta vida.

Ter orgulho de ser eu.

Sem injustiça. 

Sem ódio.

Sem que a sociedade se desintegre. 

Viver num mundo sem ódio.

Onde eu possa me sentir seguro! 

Viver num mundo de igualdade! 

Um mundo sem fronteiras!

Onde todos possam viver, sem desigualdade!

Todos possam se relacionar.

Apenas quero ser eu.

Que me deixem sonhar.

Só quero amar. 

 

Jander Oliver

 

 Este texto é ficção e pertence ao projecto Voz Arco-Íris.