Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Dezanove
A Saber

As notícias de Portugal e do Mundo

A Fazer

Boas ideias para dentro e fora de casa

A Cuidar

As melhores dicas para uma vida ‘cool’ e saudável

A Ver

As imagens e os vídeos do momento

Praia 19

Nem na mata se encontram histórias assim

Publicidade

Frederico Lourenço: “As grandes religiões mundiais são homofóbicas”

 frederico.jpg

Já tinha traduzido “Odisseia” e “Ilíada” e está agora na ribalta depois de publicar a tradução do original em grego para português dos quatro evangelhos do Novo Testamento. Seguir-se-ão mais cinco livros com as restantes escrituras do Novo e Velho Testamentos. O professor universitário Frederico Lourenço falou com o dezanove sobre o processo de tradução e a sua relação com Deus, o cristianismo e o judaísmo.

Igrejas da Alemanha e da Noruega irão permitir o casamento entre pessoas do mesmo sexo

Germany Norway LGBT flag.jpg

As Igrejas Protestantes de Berlim e de Oberlausitz na Alemanha e da Noruega passarão a celebrar casamentos entre pessoas do mesmo sexo.

 

"Somos gays e evangélicos e fazemos a diferença no meio de tanto preconceito"

Pastor gay evangélico Gregory Rodrigues Lages dos Reis

Foi criada informalmente em 2013, mas só agora vai dar oficialmente os primeiros passos. O arranque oficial será este Domingo, dia 17 de Maio, em Minas Gerais, Brasil. A Comunidade Inclusiva Fonte de Água Viva é uma igreja evangélica inclusiva que aceita a homossexualidade. Para já conta com apenas um dinâmico pastor de 23 anos de idade: Gregory Rodrigues Lages dos Reis.

O dezanove.pt foi entrevistar o pastor Gregory dos Reis para saber mais sobre a sua história de vida, desde o momento em que procurou a igreja para tentar “mudar” de orientação sexual até criar um movimento religioso que o aceitasse enquanto pastor homossexual.

Uma oportunidade rara e histórica para a Igreja

ruialeixo.jpg

As conclusões preliminares referentes à primeira parte do Sínodo dos bispos, realizado no Vaticano no passado mês de Outubro e a continuar no próximo ano, trouxeram algumas novidades e abordagens diferentes em vários temas relacionadoscom a sociedade e a família. Muitas dioceses em todo o mundo, incluindo o patriarcado de Lisboa, vão realizar sínodos locais, onde estes mesmos temas serão abordados, discutidos e aprofundados nas paróquias, movimentos e grupos, para que os bispos locais se inteirem das reflexões dos fiéis (leigos e consagrados) e possam, de alguma forma, serem seus porta-vozes no Sínodo a realizar em Roma.