Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Dezanove
A Saber

As notícias de Portugal e do Mundo

A Fazer

Boas ideias para dentro e fora de casa

A Cuidar

As melhores dicas para uma vida ‘cool’ e saudável

A Ver

As imagens e os vídeos do momento

Praia 19

Nem na mata se encontram histórias assim

Trono da ILGA Portugal alusivo aos Santos Populares vandalizado

FB_IMG_1654603111201.jpg

Na primeira vez que a associação de defesa dos direitos das pessoas LGBTI participa nos tronos de Santo António a montra acabou vandalizada.

"Vandalizaram a montra do nosso Centro Comunitário. Íamos contar-vos esta semana que participamos pela primeira vez na exposição colectiva de rua «Tronos de Santo António 2022» da @egeac / @museudelisboa – Santo António. Pela primeira vez, ao fim de tantos anos, queríamos prestar homenagem às Festas de Lisboa, à celebração da religiosidade e sentido de comunidade a que temos direito também num contexto de vivências LGBTI+, juntando a expressão artística à afirmação das nossas identidades."

Em comunicado a associação continua: "Pelos vistos, “foi demais” - porque, apesar de todos os avanços e conquistas legais, expressar os nossos corpos, sentimentos, visões, desejos, torná-los públicos e visíveis continua a ser visto como um ato de desrespeito para com a dita “normalidade”.

Este é um dos muitos tronos espalhados pelas ruas da capital. Associações, colectividades, comércio local aderem à iniciativa nos dias que precedem o feriado de Santo António. 

FB_IMG_1654603117899.jpg

Esta não foi a primeira vez que a associação regista contrariedades: "Desde que o Trono está na montra do Centro, esta foi a 3.ª demonstração contra a nossa participação nesta exposição. Dúvidas houvesse, é também por isto que continua a ser fundamental a existência de ações de visibilidade, apoio e afirmação dos nossos direitos. Sim, ver uma bandeira arco-íris hasteada por uma autarquia, empresa, escola, local de trabalho continua a ser sinal de que o sítio onde estamos ou que representamos assume o compromisso de assegurar direitos e promover a visibilidade da comunidade LGBTI+ e acima de tudo sinaliza a união de pessoas aliadas nesta luta pela igualdade e não discriminação. Sim, continua a ser relevante termos o nosso Centro Comunitário de portas viradas e bem abertas para a rua, abraçando todo o país através dos nossos grupos e serviços".

Apesar do vandalismo a associação reitera que irá manter o trono neste local "bem visível e cheio de orgulho durante este mês".

 

Fotos: ILGA Portugal 

1 comentário

Comentar