Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Dezanove
A Saber

As notícias de Portugal e do Mundo

A Fazer

Boas ideias para dentro e fora de casa

A Cuidar

As melhores dicas para uma vida ‘cool’ e saudável

A Ver

As imagens e os vídeos do momento

Praia 19

Nem na mata se encontram histórias assim

Publicidade

Em que ponto está a dádiva de sangue por parte de homossexuais?

A Assembleia da República aprovou em 2010 uma resolução em que exigia que a questão "Sendo homem, teve relações sexuais com outro homem?" fosse retirada do questionário aplicado na recolha de sangue. Mas, em termos práticos, a discriminação dos dadores de sangue com base na sua orientação sexual continua a existir.

A ILGA Portugal adiantou em comunicado que esteve reunida com o Instituto Português do Sangue e da Transplantação (IPST). Segundo este organismo público, a pergunta continua a ser efectuada em vários locais, contrariando a posição do Parlamento. Por sua vez, a ILGA Portugal assegura que tem recebido várias queixas alertando para a discriminação que continua a existir.
"Alertámos para a necessidade de eliminar esta questão de forma sistemática e de direccionar as questões para comportamentos de risco - e alertámos para a posição do Advocate General da União Europeia que no passado mês de Julho afirmou que a actual exclusão era discriminatória e não respeitava o princípio da proporcionalidade, a propósito de um caso no Tribunal Europeu de Justiça contra a França", refere a ILGA. De acordo com o IPST, o grupo de trabalho constituído para analisar esta questão deverá apresentar resultados até ao final do ano. Já no ano passado o Bloco de Esquerda apontava para os atrasos deste grupo de trabalho, mantendo a discriminação em vigor.
O tema foi recentemente abordado na telenovela "O Beijo do Escorpião" da TVI (na foto), onde o casal homossexual teve de omitir a sua orientação sexual de forma a que pudesse doar o seu sangue para tentar salvar outra personagem da novela.