Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Dezanove
A Saber

As notícias de Portugal e do Mundo

A Fazer

Boas ideias para dentro e fora de casa

A Cuidar

As melhores dicas para uma vida ‘cool’ e saudável

A Ver

As imagens e os vídeos do momento

Praia 19

Nem na mata se encontram histórias assim

Publicidade

Encontro Nacional de Jovens Trans reclama cuidados de saúde de qualidade

Braga Fora do Armário.jpg

Melhores cuidados de saúde e a formação de profissionais desta área foram apenas duas das reivindicações que saíram do 2º Encontro Nacional de Jovens Trans, que decorreu em Braga, entre 7 a 9 de Novembro. Organizado pela  associação rede ex aequo, em parceria com o colectivo Braga Fora do Armário, o evento juntou 22 participantes.

O encontro abriu com uma tertúlia intitulada “Onde estão os Direitos Trans?”, que contou com as intervenções dos activistas Santiago d'Almeida Ferreira e Júlia Mendes Pereira e de Liliana Rodrigues, activista do Braga Fora do Armário e investigadora sobre questões trans. Em discussão estiveram assuntos como a identidade e os direitos trans, a integração das pessoas trans no movimento LGBT em Portugal, os cuidados de saúde ou a transfobia.

No Sábado, 8 de Novembro, os participantes partilharam os seus percursos pessoais. A tarde foi dedicada ao activismo, com discussões sobre temáticas referentes aos Direitos Humanos e Identidade de Género. Do encontro saíram a urgência de garantir cuidados de saúde de qualidade e a necessidade de se exercer pressão sobre os serviços de prestação desses mesmos cuidados.

ODespatologização das pessoas trans.jpg presidente da rede ex aequo, Gustavo Briz, fez um balanço muito positivo: “Foi um momento histórico, porque para além de juntar pessoas trans para uma partilha de experiências, conseguiu dar voz às suas preocupações e reivindicações, colocadas na primeira pessoa. Ou seja, a luta pelos direitos trans pelas próprias pessoas trans”.

Também o colectivo Braga Fora do Armário realça a importância do evento se ter realizado na cidade dos arcebispos: “O 2º Encontro Nacional de Jovens Trans deu um novo impulso à luta contra a discriminação com base na identidade de género na cidade de Braga. A reflexão crítica e o activismo interseccional sobre as questões trans continuarão a ser, para o Braga Fora do Armário, eixos prioritários de intervenção política”.

O próximo Encontro Nacional de Jovens Trans irá decorrer em Coimbra. Os participantes elegeram a cidade por ser o local onde se encontra a equipa médica responsável pelos processos de reatribuição de sexo do Serviço Nacional de Saúde.

 

Fotos do colectivo Braga Fora do Armário - 2ª marcha pelos Direitos LGBT de Braga