Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Dezanove
A Saber

As notícias de Portugal e do Mundo

A Fazer

Boas ideias para dentro e fora de casa

A Cuidar

As melhores dicas para uma vida ‘cool’ e saudável

A Ver

As imagens e os vídeos do momento

Praia 19

Nem na mata se encontram histórias assim

GQ Portugal entrega prémio de modelo feminino internacional do ano a Andreja Pejić

fidalgo.jpg

A quarta edição dos GQ Men of The Year Awards decorreu este Sábado em Cascais, tendo distinguido 15 personalidades. Os prémios levaram a palco figuras portuguesas como o chef Miguel Rocha Vieira, o arquitecto Francisco Vieira de Campos ou o escritor Valter Hugo Mãe. A modelo transexual Andreja Pejić esteve em destaque entre os premiados internacionais, tendo recebido o prémio das mãos do actor José Fidalgo. Fica a conhecer a lista de premiados.

GOURMET: Miguel Rocha Vieira

A sua notoriedade aumentou depois de ter sido o júri “durão e irreverente” do Master Chef, mas é impossível falar dele sem mencionar as estrelas Michelin: duas em Budapeste, uma no Costes e outra no Costes Downtown, que abriu recentemente na capital húngara e, recentemente, na Fortaleza do Guincho, em Cascais.

MÚSICA: The Gift

A lista dos seus sucessos é grande mas não podemos esquecer "Ok! Do you want something simple?", "Driving you slow", "Music", "Primavera" e "Fácil de Entender". Em 2015, celebraram 20 anos de carreira com uma dupla colectânea, uma biografia e uma tournée. Já em Setembro deste ano, apresentaram o primeiro single do seu novo álbum, a ser lançado em 2017, e com a participação do mestre Brian Eno.

ARQUITECTURA: Francisco Vieira de Campos

Em conjunto com Cristina Guedes, Francisco criou, em 1994, no Porto, aquele que viria a tornar-se num dos mais importantes ateliers de arquitetura a nível nacional, o Menos é Mais Arquitectos. Vencedores do Prémio FAD de Arquitectura 2016.

CIÊNCIA: Henrique Veiga Fernandes

As suas investigações sobre a doença de Crohn podem vir a melhorar a vida de milhares de pessoas. Já recebeu a comenda da Ordem Militar de Sant'iago da Espada, em 2015, e agora o Prémio GQ Ciência 2016.

Fernanda Serrano_Valter Hugo Mãe.jpg

LITERATURA: Valter Hugo Mãe

Já ganhou o Prémio José Saramago. Valter Hugo Mãe comemora agora a 20 anos de carreira e lançou recentemente o seu novo romance, “Homens Imprudentemente Poéticos”.

CINEMA: João Ribeiro

Sem  ele não havia filmes como o recente "Cartas da Guerra", cuja fotografia tem sido gabada por todo o mundo. Com um papel importantíssimo em filmes como “Filme do Desassossego” ou a “A Corte do Norte”, João Ribeiro é um dos grandes directores de fotografia a nível mundial e realizadores como João Botelho, Teresa Villaverde ou Ivo Ferreira não dispensam os seus serviços.

MODELO REVELAÇÃO: Maria Clara

Foi aos 16 anos que começou a dar nas vistas, ao vencer o concurso L'Agence Go Top Model. Este ano, com apenas 19 anos, desfilou em todas as principais semanas de moda do mundo, conquistando Paris, Londres, Milão e Nova Iorque. Marcas de referência como Gucci, Valentino, Dior e Dolce&Gabbana não ficaram indiferentes.

 

Paula Lobo Antunes_Jorge Corrula_Luis Carvalho.jpg

DESIGNER DE MODA NACIONAL: Luís Carvalho

Ainda não fez trinta anos e já deixou o seu cunho na moda portuguesa, com uma marca homónima. Luís Carvalho foi o responsável pelos desfiles de encerramento das duas últimas edições da ModaLisboa. A sua grande referência é Raf Simons, na Dior.

 

Fernando Cabral_Ana Cristina de Oliveira.jpg

MODELO MASCULINO NACIONAL: Fernando Cabral

É, muito provavelmente, o único português que pode reclamar o estatuto de supermodelo. No currículo, conta com desfiles para Louis Vuitton, Hermès ou Lacoste e campanhas para marcas como Balmain e Marc Jacobs. É ainda o único português presente no ranking dos 50 melhores modelos do mundo no site Models.com.


MODELO FEMININO INTERNACIONAL: Andreja Pejić

Já foi capa de revistas como a L'Officiel e a Marie Claire e tem sido uma das vozes mais ativas na luta pelos direitos transgénero. Andreja nasceu rapaz, numa Bósnia-Herzgovina destroçada pela guerra, e, aos oito anos de idade, foi para a Austrália com a mãe. tornou-se uma aluna brilhante e aos 17 anos tornou-se modelo. Em Janeiro de 2001 participou tanto nos desfiles masculinos como nos femininos de Jean-Paul Gaultier, e no início de 2014 submeteu-se a uma cirurgia para se tornar definitivamente mulher. Para ela, a luta pelos direitos transgénero é tão importante como a luta contra a guerra ou a favor dos refugiados. A modelo também vai participar na Web Summit. 

MODELO MASCULINO INTERNACIONAL: Jason Morgan

A única vez que perdeu um prémio foi para Dereck Zoolander, e já foi protagonista de campanhas como Aqcua di Gio ou da Armani Underwear.

 

DIGITAL INFLUENCER: Cameron Dallas

É um ícone das novas gerações e tem milhões de seguidores em todo o mundo. Os seus gags humorísticos já atingiram desde 2012 2,3 mil milhões de visualizações. A enorme notoriedade que ganhou nas redes sociais levou-o até ao Netflix, onde será protagonista de um reality show.


DESPORTO: Moniz Pereira

Foi um dos gigantes do desporto nacional, recordista nacional no triplo salto e campeão nacional também em voleibol, além de ter sido professor de educação física e um dos maiores treinadores da história do atletismo. Como treinador esteve em 12 Jogos Olímpicos, 13 Campeonatos da Europa e em 21 Campeonatos do Mundo de Crosse. Descobriu e levou ao sucesso atletas como Carlos Lopes, Fernando Mamede, os manos Castro, Francis Obikwelu e Naide Gomes.

HERÓI NACIONAL: Lenine Cunha

Foi vítima de um ataque de meningite que lhe deixou sequelas na memória, na fala e no andar, e a sua audição e visão também foram afectadas. Dois anos depois, a mãe inscreveu-o no atletismo onde veio a descobrir que era a paixão da sua vida. Agora é o atleta mais medalhado do mundo, já ganhou mais de 180 medalhas internacionais em diversas provas de atletismo – entre elas bronze nos Jogos Paraolímpicos de 2012. Aos 33 anos, é um exemplo de força mas ganhar medalhas não é tudo, este homem fundou o Sport Clube Lenine da Cunha, cujo objectivo é ajudar o maior número de crianças possíveis.

MULHER DO ANO: Maria da Conceição

Ex-hospedeira da Emirates, foi durante uma escala de 24 horas na capital do Bangladesh, Dhaka, que, ao ver a extrema pobreza da população, decidiu mudar de vida. Em 2005, fundou a Fundação Maria Cristina, numa homenagem à sua mãe adoptiva, uma refugiada angolana que a acolheu mesmo sendo viúva e mãe de seis crianças. Já retirou centenas de crianças das ruas e acredita que a educação é a chave para combater a pobreza. Para angariar fundos para os projectos da fundação, tornou-se na primeira mulher a correr sete maratonas em sete semanas seguidas e em continentes diferentes e até já escalou o topo do Evereste.

 

Fonte: GQ Portugal