Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Dezanove
A Saber

As notícias de Portugal e do Mundo

A Fazer

Boas ideias para dentro e fora de casa

A Cuidar

As melhores dicas para uma vida ‘cool’ e saudável

A Ver

As imagens e os vídeos do momento

Praia 19

Nem na mata se encontram histórias assim

Vigília de Lisboa reúne centenas por Orlando (com fotos e vídeos)

vigilia Lx Orlando3 (1).png

Ouvia-se o murmurar constante das pessoas que se uniram por Orlando. Algumas centenas juntaram-se ontem à noite, 15 de Junho, junto à estátua de D. João I, na Praça da Figueira e demonstraram que Lisboa também é Orlando mas, sobretudo, que Lisboa é Gay, Lisboa é LGBTI.

Começaram a juntar-se cedo, ainda antes da 21h. Acenderam velas e escreveram em folhas que colaram na base da estátua. Podia ler-se nas mensagens "Não nos calarão", "Somos Orlando", "Liberdade para todas as bichezas", "Love will never die". A vigília foi organizada por Patrícia Vassalo e Silva e Lorena Oliveira.
Entre si as pessoas iam conversando sobre o que aconteceu em Orlando e que poderia ter sido em qualquer lugar e que poderia ter sido com qualquer uma das pessoas que estava presente. "E se fosse consigo?", disse alguém, numa referência ao programa da SIC. Mas dizia outra pessoa ainda: "desviar as atenções deste massacre homofóbico para a um ataque terrorista é estar a esconder o que realmente aconteceu. Porque, o que aconteceu em Orlando foram ambos: um ataque terrorista homofóbico.".
Também marcou presença o CoLeGaS, o coro da ILGA Portugal, que cantou de forma emocionada, entre outras músicas, o clássico "Over the Rainbow" de Judy Garland. "Algures, além do arco-íris, voam pássaros azuis. E o sonho que desafias ter, porquê, porque é que eu não o posso ter?", para além do arco-íris existe um mundo melhor.
É assim que se faz este luto, com perplexidade, com a angústia de ser diferente da norma imposta pela educação da restante sociedade. Foi com emoção, tristeza e revolta na vigília pelas vítimas de Orlando que algumas centenas de pessoas se juntaram para prestar homenagem às 49 vítimas do massacre de Orlando. Para que não se repita: "De luto e sempre em luta!".

 

Álbum de fotos da vigília aqui.

Créditos do 1º vídeo: Lucas Rohan.
Luís Veríssimo