Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Dezanove
A Saber

As notícias de Portugal e do Mundo

A Fazer

Boas ideias para dentro e fora de casa

A Cuidar

As melhores dicas para uma vida ‘cool’ e saudável

A Ver

As imagens e os vídeos do momento

Praia 19

Nem na mata se encontram histórias assim

"O Berloque Vermelho": André Murraças estreia curta-metragem

BV_still_03-min-min-min-min.png

O encenador e dramaturgo André Murraças estreia uma nova curta-metragem intitulada O Berloque Vermelho, no Queer Porto, na próxima quarta-feira. 

Depois de um já largo trabalho na área do teatro, também como copy e guionista, e depois de escrever e realizar duas webséries (Barba Rija - a primeira websérie gay portuguesa passada num universo bear, e Desabafos), chega a vez de realizar e adaptar um conto português de 1875 onde a homossexualidade tem das suas primeiras representações. 
 
A história é simples: um homem recebe de um amigo um berloque em forma de coração para pôr ao pescoço. Quando a jóia desaparece, o homem entra em pânico e não consegue lidar com os sentimentos que o gesto e a perca do berloque lhe suscitam. Num acto louco e sangrento fará o impensável.
O Berloque Vermelho é um conto escrito em 1875 por António José da Silva Pinto e o género do conto de terror foi na altura a única forma de apresentar um amor visto como um crime, de uma forma alienada e com um final trágico.
O filme estreia esta quarta-feira, dia 13 de Outubro, no Queer Porto, no Rivoli, na secção de curtas nacionais, concorrendo ao prémio Casa Comum.