Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Dezanove
A Saber

As notícias de Portugal e do Mundo

A Fazer

Boas ideias para dentro e fora de casa

A Cuidar

As melhores dicas para uma vida ‘cool’ e saudável

A Ver

As imagens e os vídeos do momento

Praia 19

Nem na mata se encontram histórias assim

Publicidade

Verônica e Tatiane casaram-se segundo os rituais Hare Krishna

_MG_7062 (1).jpg

Verônica Monteiro (23 anos) e Tatiane Alves (25 anos) casaram-se no Brasil, segundo os rituais Hare Krishna. Foi a primeira vez que duas mulheres se casaram seguindo os princípios do momento, de acordo com o testemunho do casal. O primeiro e até agora conhecido casamento Hare Krishna entre dois homens ocorreu em 2009, em Los Angeles.

“O casamento aconteceu na Bhakti Yoga House, em Taubaté, no estado de São Paulo. Não temos templo em Taubaté, o espaço em que realizamos os encontros é uma casa de um devoto, ele usa a casa como escritório de advocacia e contabilidade e como os devotos estão sempre prontos para servir, ele libera o espaço aos domingos para realizarmos os programas com yoga gratuito, kirtan (canto de mantras), bate-papo sobre espiritualidade e ao final uma degustação vegetariana e vegana. Os devotos nomearam o espaço Bhakti Yoga House”, conta ao dezanove Verônica Monteiro.

“O movimento não discrimina ninguém, Deus não discrimina ninguém. Como um devoto chamado Abhiceta Dasa me disse na primeira vez em que fui a um encontro, em Guarulhos: somos todos almas espirituais e não este corpo material”, prossegue Verônica Monteiro, que mesmo assim admite que “alguns devotos têm preconceito, mente fechada. E isso acontece em toda religião, em todo lugar. Vamos sempre encontrar pessoas receptivas e outras nem tanto, mas se não dermos o primeiro passo, vamos ficar para sempre paradas. Quando vi a possibilidade, comecei a enviar e-mails e mensagens para pessoas avançadas no movimento, incluindo Maharaj Chandramukha Swami, Sanyasi e mestre espiritual da ISKCON (Sociedade Internacional para a Consciência de Krishna) que me respondeu com todo carinho e atenção. Ele mandou-me diversos áudios explicando sobre a visão do movimento para o casamento e o relacionamento homoafectivo e disse-me que a ISKCON não estava pronta para receber o casamento, mas que a bênção de Deus é importante para qualquer relacionamento, portanto, se estávamos certas de nosso sentimento, deveríamos procurar o sacerdote brâmane Rama Putra e conversar sobre a cerimónia”, recorda.

Verônica Monteiro teve educação católica e chegou a ser crismada. Afastou-se da Igreja Católica quando se assumiu como lésbica. “A Tatiane também vem de família católica e apesar de ela não se considerar devota e sim simpatizante do movimento, vejo que ela também se sente acolhida. Deus é misericordioso demais. Primeiro nos colocou na vida uma da outra e agora tivemos a oportunidade de ter suas bênçãos, as dos devotos, dos nossos pais e amigos, e isso é o que realmente nos importa: estarmos juntas e com as bênçãos de Deus e das pessoas que nos querem bem”, considera Verônica Monteiro, em declarações ao dezanove. A cerimónia decorreu a 21 de Julho. 

_MG_6916.jpg

_MG_7006.jpg

_MG_7187.jpg