Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Dezanove
A Saber

As notícias de Portugal e do Mundo

A Fazer

Boas ideias para dentro e fora de casa

A Cuidar

As melhores dicas para uma vida ‘cool’ e saudável

A Ver

As imagens e os vídeos do momento

Praia 19

Nem na mata se encontram histórias assim

Eurovisão 2016, o que tens de saber (actualizada)

Eurovisão 2016 Israel Calling.jpg

Falta exactamente um mês para a final do Festival da Eurovisão, que vai decorrer em Estocolmo, na Suécia. Eis o que tens de saber sobre a edição 61 do maior evento musical europeu e que está cada vez mais internacional.

Este ano Portugal está de fora. E a RTP retrocedeu na decisão de não transmitir o festival. Os fãs vão poder acompanhar os três eventos através da estação pública (portanto já não é preciso ligar a TVE). Participam no total 43 países. Depois da estreia o ano passado, a Austrália repete a participação. E a China, embora tenha manifestado o interesse em participar, fica-se pela transmissão televisiva do evento e soma mais uns bons milhões de espectadores.

 

Datas: 10 e 12 de Maio: primeira e segunda-semi-final respectivamente. Em cada uma destas duas noites apenas 10 países passam à etapa seguinte que se joga com os garantidos Big Five (Reino Unido, Alemanha, França, Espanha e Itália) e o país anfitrião, a Suécia.

 

Israel Calling.jpg

Pré-festival em Israel 

Entre 11 e 13 de Março viveu-se um autêntico ambiente eurovisivo em Israel. Telavive foi o local escolhido para acolher uma das festas oficiais do festival: Israel Calling. A um mês do certame, Israel seguiu à letra o convite do seu representante do ano passado, Nadav Guedj, e quis mostrar Tel Aviv a vários dos cantores participantes na edição deste ano. Foram 19 os países convidados a actuar em Israel naquela que constituiu uma festa oficial de apresentação do festival para a imprensa e fãs em geral. Este foi o primeiro evento do género neste país depois da vitória no festival com o tema “Diva” de Dana Internacional (1998) e graças a esse facto ter sido o anfitrião do certame no ano seguinte.

O ponto alto destes três dias foi o concerto realizado em Telavive onde cantores de 19 países interpretaram ao vivo os temas que vão levar a Estocolmo. Entre a lista de países participantes está um naipe de peso e que muitos consideram estar um dos candidatos à vitória. Sem margens para dúvidas se a isto somarmos as apostas online e o número de visualizações no Youtube (mas já lá iremos mais adiante).

Samra Azerbeijão.jpg

 

Os participantes no Israel Calling foram Albânia (Eneda Tarifa), Áustria (ZOË), Azerbeijão (Samra), Bielorússia (Ivan), Bulgária (Poli Genova), Estónia (Jüri Pootsmann), Eslovénia (ManuElla), Finlândia (Sandhja), França (Amir), Hungria (Freddie), Israel (Hovi Star), Letónia (Justs), Lituânia (Donny Montell), Moldávia (Lidia Isac), Polónia (Michał Szpak), Roménia (Ovidiu Anton), Rússia - (Sergey Lazarev), Reino Unido (Joe e Jake) e Suíça (Rykka).

 

Álbum de fotos aqui e vídeos aqui e ainda aqui.

 

Amir - França:

Hovi Star - Israel:

Freddie - Hungria:

Zöe - Áustria:

Sergey Lazarev - Rússia:

 

12 destaques escolhidos pelo dezanove

Ivan Bielorússia Eurovisão.jpg

Entre as participações mais aguardadas encontra-se Ivan da Bielorrússia com o tema “Help you fly”. Há algumas semanas o cantor adiantou que iria cantar nu em palco acompanhado de um lobo. Em declarações exclusivas ao dezanove.pt, o artista bielorrusso confirma estas informações e explica-nos o significado da sua mensagem: “é uma evocação à natureza e à arte em detrimento da vulgaridade, não se trata de sexo, não se trata de algo mau. Quero mostrar como algo escuro e selvagem pode ter a sua luz”. Em resposta às críticas e aos regulamentos da EBU, entidade que organiza o festival, Ivan esclarece que está ciente que o espectáculo é visto por crianças em todo o mundo e garante que terá isso em consideração garantindo uma actuação extraordinária”. Ivan diz estar pronto para levar o troféu para a Bielorrússia. Veremos se os espectadores e o júri assim o consideram.

Israel Hovi Star.jpg

Hovi Star é o participante de Israel, depois de uma renhida disputa num programa televisivo em tudo semelhante ao Rising Star. O artista surpreende pelo look extravagante e como disse ao dezanove.pt é inspirado no próprio. Hovi canta uma balada, um tema que prima por ser muito diferente dos restantes e que poderá ser uma revelação.

Amir França Eurovisão 2016.jpg

Amir, o concorrente francês, consegue estar no top das preferências dos internautas. Para além da França, o cantor é bastante conhecido também em Israel onde venceu um programa de talentos musicais. É também um forte candidato a fazer o festival ir parar a terras francesas em 2017 graças a “J’ai cherché“.

Surpresa das surpresas, até a nossa vizinha Espanha este ano cedeu à Anglovision (ver teoria aqui). Barei canta “Say Yay” e com isto já passa nas rádios de vários países. É uma das mais fortes candidatas à vitória. Olhos (e pés) postos na coreografia. 

Zoe Austria Eurovision.jpg

Também noutro idioma que não o do seu país, a jovem participante austríaca promete encantar multidões com o seu doce “Loin d’ici”, um tema em francês, que mesmo sendo a segunda língua oficial do festival anda bastante arredada destas escolhas. Spoiler: vai haver arco-íris em palco no tema da Áustria.

O cantor russo Sergey Lazarev está a encantar com a coreografia de “You Are The Only One“ mas foi também pela sua posição contra a discriminação das pessoas LGBT na Rússia que tem sido notícia. Um canal do Youtube na Rússia soma mais de seis milhões para o tema de Sergey (no canal oficial da Eurovisão o primeiro lugar no top é para o polaco Michał Szpak com três milhões de visualizações).

Nina Kraljić da Croácia é uma das vozes mais apreciadas desta edição. “Lighthouse” pode ser uma luz no horizonte de Zagreb 2017. 

A Finlândia é segundo especialistas da área musical uma forte candidata à vitória. O tema mexido e a voz de Sandhja deixam muitos fãs agradados pela positiva.

Azerbeijão Samra Eurovision.jpg

O Azerbeijão traz-nos “Miracle” pela voz de Samra. O tema está a recolher impressões muito positivas ao vivo e um pouco pela internet. Também lidera os tops de apostas.

O Chipre traz-nos um ritmado tema rock com os Minus One. Alto Ego é para ser ouvido com atenção. 

Arménia é representada por Iveta Mukuchyan. “LoveWave” ocupa dos lugares cimeiros de apostas e Youtube.

A Bulgária questiona pela voz de Poli Genova se amar é crime. E se sim, então seríamos criminosos e nunca nos derrotariam. “If Love Was A Crime” é dos temas mais aguardados na final.

 

 

 

 

Freddie Hungria Eurovisão.jpgO que vai mudar nas votações:

Os famosos “12 points” não vão desaparecer da nossa memória colectiva, mas este ano algo significativo muda e criará expectativa até ao último minuto. O procedimento da votação será o seguinte: cada país dará de 1 a 8, 10 e 12 pontos duas vezes: uma vez pelo júri nacional,outra vez através do sistema de televoto. E o que muda? Na final, os resultados do júri serão anunciados da forma tradicional, enquanto que o resultado do televoto será anunciado de uma só vez. Cada resultado terá o peso de 50% do resultado final. Portanto todos os olhos vão estar postos num minuto que pode mudar tudo.

 

Portugal

Apesar de Portugal não marcar presença este ano no evento, as músicas portuguesas de edições anteriores fazem parte da banda sonora dos eventos oficiais, como o decorrido em Israel. Os temas "Conquistador" e "Quero ser tua" puderam ser ouvidos e cantarolados por uma legião de fãs de todos os cantos do mundo. 

 

“Come together” é o lema deste ano, num evento que pretende celebrar a diversidade através da música. O espectáculo é co-apresentado pelo vencedor da edição do ano passado: Måns Zelmerlow

 

ACTUALIZAÇÃO: Daniel Deusdado, Director de programas da RTP, declarou ao Diário de Notícias que a estação pública afinal irá transmitir as duas semi-finais e a final do Festival Eurovisão da Canção na RTP1.

 

Texto e Fotos: Paulo Monteiro 

 

Acompanha o Festival da Eurovisão 2016 entre 10 e 14 de Maio no Facebook do dezanove

7 comentários

Comentar