Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Dezanove
A Saber

As notícias de Portugal e do Mundo

A Fazer

Boas ideias para dentro e fora de casa

A Cuidar

As melhores dicas para uma vida ‘cool’ e saudável

A Ver

As imagens e os vídeos do momento

Praia 19

Nem na mata se encontram histórias assim

Publicidade

Luta pelas famílias LGBT dominou Marcha do Orgulho do Porto

"Portugal é o único país no mundo em que é possível o casamento entre pessoas do mesmo sexo e em que lhes é negada o acesso à adopção plena. O direito à família é um direito constitucional, não abdicaremos dele." Foi este o mote da Marcha do Orgulho LGBT do Porto, que voltou este Sábado às ruas do Porto.

Cerca de 20 organizações participaram na manifestação. Desta vez Manuel Pizarro, vereador da Câmara do Porto eleito pelo PS, e Catarina Martins, coordenadora do Bloco de Esquerda, estiveram presentes. A deputada anunciou em declarações à imprensa que o partido voltará a propor a “legislação necessária para que todas as famílias tenham os mesmos direitos”, na próxima legislatura, a partir de Setembro. O direito à adopção e à co-adopção voltará assim à agenda política.

No próximo sábado, 5 de Julho, a associação CASA – Centro Avançado de Sexualidades e Afectos vai promover uma marcha pela igualdade e contra a discriminação no Porto, com ponto de encontro na Praça do Marquês, às 15h. Esta iniciativa enquadra-se na Semana Queer, organizada pela associação. A CASA chegou a integrar a Marcha do Orgulho do Porto em 2010, tendo depois se incompatibilizado com a organização

 

Vê aqui as fotos da Marcha do Orgulho LGBT 2014 do Porto