Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Dezanove
A Saber

As notícias de Portugal e do Mundo

A Fazer

Boas ideias para dentro e fora de casa

A Cuidar

As melhores dicas para uma vida ‘cool’ e saudável

A Ver

As imagens e os vídeos do momento

Praia 19

Nem na mata se encontram histórias assim

Publicidade

Um guia para o World Pride Madrid – onde até Suzy vai actuar

 

madrid.jpg

 

Até domingo, 2 de Julho, decorre o World Pride Madrid. São esperadas dois a três milhões de pessoas e os responsáveis garantem que o evento vai deixar 300 milhões de euros nos negócios locais. O evento coincide com o 40º aniversário da primeira manifestação LGBT em Espanha – foi em Barcelona em 1977. Aqui fica um guia para o evento.

 

 

Sete palcos. Há sete palcos, localizados nas principais praças da cidade onde é possivel assistir a concertos e espectáculos gratuitos. O programa completo encontra-se aqui. Por exemplo, na sexta à noite há a eleição de Mr. Gay nas Puertas del Sol e, a partir das duas da manhã (hora local) actua o DJ Harry Louis, bem conhecido da noite lisboeta. No Sábado, a partir das 22h30 na Puerta de Alcalá começa a Gala Europride/Eurovisión. Às 0h30 a actua a portuguesa Suzy, seguem-se Conchita e Loreen. Há ainda programação própria a cargo da autarquia de Madrid e do governo regional. Existem ainda dezenas de festas, de entrada paga, que constituem uma programação paralela.

 

Desfile. No Sábado, 1 de Julho, às 17h arranca aquela que se apresenta como a maior manifestação do Orgulho LGBT do mundo, sendo esperadas dois milhões de pessoas nas ruas. Atravessa as principais ruas de Madrid, da Atocha até Colón. Em primeiro lugar desfilam as associações e instituições, depois as chamadas “históricas del Orgullo”, relacionadas com o colectivo LGTB e no fim as empresas associadas às festas.

 

madrid 2.jpg

Marcas. Vodafone, Spotify, Paypal, eBay e Facebook estão entre as marcas que terão um autocarro próprio no desfile de Sábado. Outras marcas comerciais como J&B, Tinder, Uber, Fox, El Corte Inglés, NH Hoteles, Iberia, AXA ou Philips, além de patrocinarem o World Pride Madrid, vão desenvolver outro tipo de actividades, como concursos, debates ou acções relacionados com a temática LGBT.

 

Segurança. O alerta anti-terrorista situa-se no nível quatro. Haverá um grande número de agentes da autoridade na rua, dando especial atenção às saídas de emergência nos principais eventos e ao controlo nos acessos. Não podem circular veículos pesados no interior da cidade e os contentores das obras foram retirados.

 

Transportes. As autoridades prometeram um reforço nos autocarros, comboios e no metro. Aliás, no dia 1 de Julho o metro não vai encerrar. Há um problema, foi convocada uma greve de trabalhadores do metro, mas a Comunidade de Madrid fixou serviços mínimos entre os 64 e os 75 por cento da circulação normal.

 

madrid 3.jpg

World Pride Park. É no Madrid Rio (Puente del Rey) que estão as associações e onde é possível aceder ao espaço de informaçao. Estão previstas várias actividades para crianças e famílias.

 

Madrid Summit. Entre os dias 26 e 28 de Junho decorreu uma conferência internacional dos direitos humanos onde participaram o ex-presidente José Luis Rodríguez Zapatero, a deputada Carla Antonelli e a ex-primeira-ministra Johanna Sigurdardottir.

 

Hino oficial. O hino do World Pride é uma versão de “A quién le importa”, a icónica canção dos anos 80, dos Alaska, interpretada por vários artistas espanhóis.

 

 

10 comentários

Comentar