Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Dezanove
A Saber

As notícias de Portugal e do Mundo

A Fazer

Boas ideias para dentro e fora de casa

A Cuidar

As melhores dicas para uma vida ‘cool’ e saudável

A Ver

As imagens e os vídeos do momento

Praia 19

Nem na mata se encontram histórias assim

Publicidade

Crimes de ódio duplicam no México

Entre 1995 e 2000 os crimes de ódio no México contra pessoas homossexuais e trangénero conduziram a uma média de 28 mortes por ano. Agora a média situa-se nos 59 assassinatos. Estes são os resultados preliminares do Informe de crímenes de odio por homofobia, da responsabilidade do Consejo Nacional para Prevenir la Discriminación. Os casos foram recolhidos a partir de notícias publicadas nos jornais, dado não ser possível aceder às estatísticas oficiais da polícia. No caso mexicano, as lésbicas costumam ser assassinadas por um homem próximo (familiar ou ex-namorado). Entre os homens o padrão muda. Na origem do crime costuma estar um caso de engate ou um encontro sexual casual.