Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Dezanove
A Saber

As notícias de Portugal e do Mundo

A Fazer

Boas ideias para dentro e fora de casa

A Cuidar

As melhores dicas para uma vida ‘cool’ e saudável

A Ver

As imagens e os vídeos do momento

Praia 19

Nem na mata se encontram histórias assim

Figuras da comunidade LGBT alertam para o VIH

Ricardo Pires Morgado (presidente da associação Boys Just Wanna Have Fun – onde se integram os Dark Horses), David Canelas (um dos responsáveis pelo bar WoofLX), Celso Júnior (fundador do Festival de Cinema Gay e Lésbico de Lisboa, Sérgio Vitorino (activista das Panteras Rosa) e Fernando Santos (actor e transformista – conhecido por Deborah Krystall) dão a cara pelo novo projecto do GAT/CheckpointLx: uma brochura que alerta para os factos do VIH em poucas palavras.

 

Afinal em que ficamos: bichas cobardes ou corajosas?

Nasceu há cerca de ano e meio e os textos são escritos de uma forma muito peculiar. Sarcástico na abordagem, as questões (às vezes farpas) são colocadas em forma de interrogação para que os leitores, mais do que respondam, se interroguem sobre o que os rodeia.

Trans-tástica: Quintas-feiras trans no Bar Cru

Partindo das suas experiências de vida Eduarda Santos e Lara Crespo irão dar conselhos e apoiar a comunidade trans que visite o mais recente bar do Príncipe Real (Lisboa) às quintas-feiras entre s 21 horas e as 2 da manhã.

As reivindicações de quem marchou com orgulho em Lisboa (com vídeos)

A 13ª edição da Marcha do Orgulho LGBT percorreu várias ruas da capital. Em todas se reivindicaram direitos e o fim à discriminação. Em todas se levantou a bandeira do arco-íris e foi possível ver que a diversidade existe e pode coabitar sem preconceitos. Mas nem todos os que assistiram nos passeios ao desfile das organizações participantes sabem o que cada uma reivindica. O dezanove.pt faz o resumo das reivindicações da marcha que terminou na Praça da Figueira.

"É a minha primeira vez"

Na tarde de Sábado muitos foram aqueles que a partir dos passeios viram a Marcha do Orgulho LGBT passar. Uns juntavam-se, outros ficavam-se pela observação. O dezanove.pt quis saber o que passa pela cabeça de quem vai à marcha para marchar ou para ver marchar. E porquê.

Pág. 1/4