Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Dezanove
A Saber

As notícias de Portugal e do Mundo

A Fazer

Boas ideias para dentro e fora de casa

A Cuidar

As melhores dicas para uma vida ‘cool’ e saudável

A Ver

As imagens e os vídeos do momento

Praia 19

Nem na mata se encontram histórias assim

Publicidade

Activistas gays novamente em liberdade

Dois membros da associação para os direitos homossexuais no Zimbabué aguardam julgamento em liberdade depois de pagarem uma fiança de cerca de €167 cada um. A média salarial no país, onde existem mais de 80% de desempregados e uma inflação galopante, ronda os 29 euros para trabalhadores não especializados. Os activistas, segundo a BBC, são acusados de posse de material pornográfico e de insultarem o presidente Robert Mugabe, que considerou os parceiros do mesmo sexo “abaixo de cães e porcos”.  O julgamento foi marcado para o dia 10 de Junho quando os dois activistas poderão ter de pagar uma multa ou ter de cumprir pena de prisão.

Ellen Chadian, administrador do grupo Gays & Lesbians of Zimbabwe, e Ignatius Muhambi, contabilista da associação, foram presos durante uma rusga. Tal como na maioria dos países africanos, actos homossexuais são considerados ilegais no Zimbabué, no entanto o grupo cívico, fundado em 1990, tem conseguido trabalhar abertamente.