Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Dezanove
A Saber

As notícias de Portugal e do Mundo

A Fazer

Boas ideias para dentro e fora de casa

A Cuidar

As melhores dicas para uma vida ‘cool’ e saudável

A Ver

As imagens e os vídeos do momento

Praia 19

Nem na mata se encontram histórias assim

Publicidade

Gaydar existe mesmo. Finalmente o estudo que o prova

Cientistas provaram que os homossexuais têm realmente um “radar” interno que lhes permite encontrar pessoas com as mesmas características, segundo um artigo no jornal Daily Mail. O estudo, conduzido por cientistas holandeses, contou com a participação de 42 homens e mulheres, com o intuito de descobrir se heterossexuais e homossexuais concentram a sua atenção de forma diferente perante um problema.

Os investigadores mostraram imagens de contornos de quadrados e rectângulos, onde inseriram várias formas diferentes. Os nossos cérebros estão programados para assimilar a imagem maior, o que significa que face a uma imagem de um quadrado com rectângulos dentro, somos facilmente induzidos em erro e a responder “quadrados”.

A revista Frontiers in Cognition relatou que quando homens e mulheres eram confrontados com perguntas idênticas, os heterossexuais responderam mais rapidamente mas com menos precisão, enquanto os homossexuais demoravam mais tempo mas acertavam em mais respostas, principalmente quando questionados acerca das formas mais pequenas, o que sugere que são capazes de ver melhor os detalhes assim como a imagem maior.

Na prática, esta atenção ao detalhe pode ajudá-los a decifrar a orientação sexual de outras pessoas. Lorenza Colzato, da Universidade de Leiden, na Holanda, declarou ao Daily Mail: “Esta é a primeira vez que obtemos provas da existência do gaydar entre a população homossexual. Esta destreza ao nível da percepção permite que homossexuais encontrem outros homossexuais mais rapidamente e pensamos que se deve ao facto de eles terem uma mente mais analítica do que os heterossexuais.”

2 comentários

Comentar