Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Dezanove
A Saber

As notícias de Portugal e do Mundo

A Fazer

Boas ideias para dentro e fora de casa

A Cuidar

As melhores dicas para uma vida ‘cool’ e saudável

A Ver

As imagens e os vídeos do momento

Praia 19

Nem na mata se encontram histórias assim

Publicidade

Associação Clube Safo apela à não dissolução

Depois de três actos eleitorais falhados, isto é, sem quaisquer listas para os órgãos do Clube Safo, a direcção em gestão administrativa da associação de lésbicas apresentou uma proposta de dissolução do colectivo fundado em 1996. A proposta será votada na próxima assembleia geral que se realiza a 26 de Março de 2011.

As voluntárias, que mantêm a gestão administrativa da associação, lançaram um repto através de uma carta dirigida às sócias com o “principal objectivo motivar o aparecimento de listas candidatas às próximas eleições”, diz Eduarda Ferreira, em declarações ao dezanove. Após 10 anos de ligação ao Clube Safo, Eduarda Ferreira acrescenta que “a sua dissolução será uma perda para o movimento LGBT. Espero que este  'fim anunciado' faça movimentar um grupo de mulheres que tome em mãos este projecto”.

O Clube Safo constitui um marco fundamental para a visibilidade lésbica em Portugal, por ter sido a primeira associação que, de forma continuada, organizou actividades de e para mulheres que  se assumiram publicamente como lésbicas e adoptaram uma postura de defesa dos direitos das lésbicas com intervenção social e política. A associação foi responsável pela edição do boletim lésbico Zona Livre, a publicação lésbica de maior duração em Portugal. Em 10 anos lançou 60 números.

Eduarda Ferreira é uma das vozes que se destacou no movimento LGBT português, dedicando-se agora com outras mulheres ao Grupo LES e à LES Online, uma publicação digital gratuita de divulgação de estudos e investigações de carácter científico, projectos de intervenção e artigos de opinião relacionados com a temática lésbica.

Já segues o dezanove no Facebook?