Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Dezanove
A Saber

As notícias de Portugal e do Mundo

A Fazer

Boas ideias para dentro e fora de casa

A Cuidar

As melhores dicas para uma vida ‘cool’ e saudável

A Ver

As imagens e os vídeos do momento

Praia 19

Nem na mata se encontram histórias assim

Goucha: “Entendo as paradas gay, mas não participaria” (vídeo)

Manuel Luís Goucha.jpg

Manuel Luís Goucha assume-se feminista, falou de forma simples e tranquila sobre a sua vida privada e deu a sua opinião sobre as marchas do Orgulho LGBT numa entrevista concedida a Iva Domingues, uma das co-fundadoras da Capazes.

“Ter uma orientação sexual como eu tenho não é um papão, não é um bicho-de-sete-cabeças”, foi assim, em traços simples, que Goucha fala da relação que mantém há 17 anos com Rui Oliveira. O apresentador explica que nunca escondeu quem era junto dos seus círculos pessoais e profissionais, mas defende que é muito mais do que a sua orientação sexual ou do que, por exemplo, o caso dos casacos estampados

Goucha explica a sua posição sobre as Marchas do Orgulho LGBT. Goucha diz que entende as “paradas gay, mas não participaria, porque não têm a ver comigo. Acho que aquele ‘folclore’ pode ser prejudicial, mas compreendo-as […] tenho um respeito profundo pelo outro, e se aquele é o caminho do outro para chegar ao mesmo fim, pois que seja!”

Quando questionado se, hipoteticamente fosse Director de Programas num canal de televisão, contrataria um apresentador transexual, Manuel Luís Goucha é peremptório: “por que não?” A pessoa só teria de ter talento.

Recorde-se que a plataforma Capazes recebeu o prémio “Média do Ano” por parte do dezanove.pt. 

Não deixes de assistir a esta entrevista aqui: 

 

Foto: Reprodução Youtube Capazes

Paulo Monteiro 

7 comentários

Comentar