Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Dezanove
A Saber

As notícias de Portugal e do Mundo

A Fazer

Boas ideias para dentro e fora de casa

A Cuidar

As melhores dicas para uma vida ‘cool’ e saudável

A Ver

As imagens e os vídeos do momento

Praia 19

Nem na mata se encontram histórias assim

Investigadores dinamarqueses descobrem maneira de “chutar e matar” o VIH

Uma equipa da Universidade de Aarhus, na Dinamarca, apresentou uma abordagem considerada completamente revolucionária, no combate ao VIH. Os resultados do trabalho deste grupo foram apresentados, esta semana, na Conferência Internacional  sobre a Sida, na Austrália.

Neste estudo piloto, os investigadores foram capazes de expor e activar células infectadas com o VIH utilizando um fármaco usado no tratamento do cancro, a Romidepsina. A equipa, liderada por Ole Schmeltz Søgaard, estudou seis pacientes HIV-positivos que, sobe o efeito deste medicamento, observaram que os vírus e células infectadas eram forçados a entrar na corrente sanguínea e, deste modo, tornando-se alvos mais fáceis do sistema imunitário. Em Melbourne, já apelidaram mesmo a esta estratégia de “kick and kill”, ou seja, “dar um pontapé e matar”. Neste momento, a equipa de Søgaard encontra-se a desenvolver uma vacina, experimental ainda, que permita expor o vírus e ao mesmo tempo gerar um resposta imunitária suficientemente forte para aniquilá-lo. Os responsáveis por este trabalho admitem optimisticamente ter encontrado uma janela de oportunidade para encontrar uma cura, no entanto ressalvam que, “isso vai demorar muitos, mas muitos anos mesmo”.

 

César Monteiro