Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Dezanove
A Saber

As notícias de Portugal e do Mundo

A Fazer

Boas ideias para dentro e fora de casa

A Cuidar

As melhores dicas para uma vida ‘cool’ e saudável

A Ver

As imagens e os vídeos do momento

Praia 19

Nem na mata se encontram histórias assim

Publicidade

São estes os 26 finalistas do Festival da Eurovisão

Créditos Andres Putting Eurovision

Esta quinta-feira foram apurados os restantes 10 finalistas do Festival Eurovisão da Canção 2018. Os vencedores da noite juntam-se assim aos Big Five, a Portugal e aos 10 países já apurados na primeira semi-final. 

 

Esta quinta-feira carimbaram o passaporte eurovisivo para a final os seguintes países: Austrália: Jessica Mauboy "We Got Love"; Dinamarca: Rasmussen "Higher Ground"; Eslovénia: Lea Sirk "Hvala, Ne!"; Hungria: AWS "Viszlát Nyár"; Moldávia: DoReDos "My Lucky Day"; Noruega: Alexander Rybak "That's How You Write a Song"; Países Baixos: Waylon "Outlaw in 'Em"; Sérvia: Sanja Ilić & Balkanika "Nova Deca"; Suécia: Benjamin Ingrosso "Dance You Off" e Ucrânia: MELOVIN "Under The Ladder". Alguma surpresa no final da eliminatória pela Rússia não integrar este lote de apurados, dado que, tradicionalmente, costuma ser apurada pelo televoto. 

A Suécia celebra a sua 60ª participação no Festival Eurovisão da Canção e arrisca-se agora a levar para casa o troféu pela sétima vez, igualando o recorde da Irlanda. A Hungria, que já concorreu 15 vezes, tenta ganhar pela primeira vez o concurso. Jessica Mauboy, a concorrente da Austrália, é a quarta pessoa a representar o país na competição e em 2014 já tinha atuado num intervalo da 2ª semifinal com a música “Sea of Flags”.

A pontuação de cada país foi calculada com base nos pontos atribuídos pelo júri e pelo televoto e estas pontuações foram combinadas num resultado final para cada país. O júri votou ontem à noite nas canções da segunda semi-final durante o Jury Show, um espectáculo onde o júri de cada país assistiu pela primeira vez às actuações. O televoto teve lugar hoje à noite, durante a exibição do espetáculo ao vivo, transmitido em directo pela RTP1.

 

Dos 43 países a concurso, são então estes os 26 países apurados que vão disputar a Grande Final de Sábado:  

França: Madame Monsieur "Mercy"
Alemanha: Michael Schulte "You Let Me Walk Alone"
Itália: Ermal Meta e Fabrizio Moro "Non Mi Avete Fatto Niente"
Portugal: Cláudia Pascoal "O Jardim"
Espanha: Amaia y Alfred "Tu Canción"
Reino Unido: SuRie "Storm"

Áustria: Cesár Sampson "Nobody But You"

Estónia: Elina Nechayeva "La Forza"

Chipre: Eleni Foureira "Fuego"

Lituânia: Ieva Zasimauskaitė "When We're Old"

Israel: Netta "Toy"

República Checa: Mikolas Josef "Lie To Me"

Bulgária: EQUINOX "Bones"

Albânia: Eugent Bushpepa "Mall"

Finlândia: Saara Aalto "Monsters"

Irlanda: Ryan O'Shaughnessy "Together"

Austrália: Jessica Mauboy "We Got Love"
Dinamarca: Rasmussen "Higher Ground"

Eslovénia: Lea Sirk "Hvala, Ne!"
Hungria: AWS "Viszlát Nyár"
Moldávia: DoReDos "My Lucky Day"
Noruega: Alexander Rybak "That's How You Write a Song"

Países Baixos: Waylon "Outlaw in 'Em"
Sérvia: Sanja Ilić & Balkanika "Nova Deca"
Suécia: Benjamin Ingrosso "Dance You Off"
Ucrânia: MELOVIN "Under The Ladder"

 

Na Grande Final, a 12 de Maio, Salvador Sobral, o vencedor do concurso em 2017, regressa ao palco para uma actuação com novos temas e revisita também a icónica canção “Amar Pelos Dois”, que deu a Portugal a primeira vitória no Festival Eurovisão da Canção. Mariza e Ana Moura também vão brilhar em palco

O Festival Eurovisão da Canção 2018 vai ser visto em todo o mundo através da RTP Internacional. A 63ª edição do festival vai ser também emitida pelas televisões dos 43 países concorrentes e também nos Estados Unidos da América (Viacom Logo TV), Cazaquistão (JSC Khabar), Kosovo (RTK) e China (Mango TV). 

 

Créditos Foto: Andres Putting Eurovision