Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Dezanove
A Saber

As notícias de Portugal e do Mundo

A Fazer

Boas ideias para dentro e fora de casa

A Cuidar

As melhores dicas para uma vida ‘cool’ e saudável

A Ver

As imagens e os vídeos do momento

Praia 19

Nem na mata se encontram histórias assim

Publicidade

Futebolista gay pede aos companheiros para que saiam do armário

No futebol os gays continuam a ser discriminados. Os casos de futebolistas gays que saíram do armário são escassos e os que o fizeram acabaram afastados desse mundo passado pouco tempo. A excepção parece ser Anton Hysén, um jogador de futebol sueco que saiu do armário em 2011 e que agora reclama que os seus companheiros homossexuais sigam o exemplo.

Hysén, que joga  nas ligas inferiores da Suécia, foi entrevistado pela CNN e fez várias reflexões sobre a causa da homofobia no futebol. Para este jogador, parte da culpa da situação de discriminação é que muitas pessoas homófobas nem sequer conhecem um homossexual. Hysén afirma que no subconsciente colectivo está a imagem de que o jogador de futebol tem que ser macho e ter uma namorada modelo, pelo que não é aceitável ser um homossexual.

Na mesma entrevista, o futebolista mostra-se preocupado com o que está a acontecer na Rússia, especialmente com a chegada dos Jogos Olímpicos de Inverno em Sochi em 2014. Hysén classifica a situação da Rússia de "pré-histórica".

 

Pedro Azevedo

1 comentário

Comentar