Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Dezanove
A Saber

As notícias de Portugal e do Mundo

A Fazer

Boas ideias para dentro e fora de casa

A Cuidar

As melhores dicas para uma vida ‘cool’ e saudável

A Ver

As imagens e os vídeos do momento

Praia 19

Nem na mata se encontram histórias assim

Publicidade

Entra em vigor na Alemanha lei do registo de pessoas com sexo indeterminado

A partir de hoje a Alemanha torna-se o primeiro país europeu a permitir que os pais de uma criança a registem com sexo indeterminado. As estatísticas indicam que uma em cada duas mil crianças nasce com órgãos genitais ambíguos. Os pais e mães alemães podem agora para além de optar pelo “feminino” ou “masculino” esperar até mais tarde, ou podem nunca declarar um dos géneros, ou escolher "indeterminado" na certidão de nascimento.

Esta medida aplicar-se-á igualmente ao passaporte e ao documento de identificação. As pessoas intersexo, têm traços genéticos, hormonais e físicos que não são exclusivamente masculinos ou femininos, mas são típicos de ambos simultaneamente ou não se podem definir claramente como um deles. A explicação está nos cromossomas atípicos, nos gónadas e nos genitais. Embora na Europa a Alemanha seja o primeiro país a adoptar esta lei, o Nepal, por exemplo, já reconhece o “terceiro género”. O primeiro caso reconhecido legalmente ocorreu em 2010 na Austrália.