Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Dezanove
A Saber

As notícias de Portugal e do Mundo

A Fazer

Boas ideias para dentro e fora de casa

A Cuidar

As melhores dicas para uma vida ‘cool’ e saudável

A Ver

As imagens e os vídeos do momento

Praia 19

Nem na mata se encontram histórias assim

Barreiro aprova recomendação de disponibilizar livros LGBTI na Biblioteca Municipal

Barreiro.jpg

Depois de ter sido aprovada em Lisboa uma recomendação do Bloco de Esquerda para que a Rede Municipal de Bibliotecas de Lisboa disponibilizasse material literário e audiovisual que aborde as temáticas LGBT, chegou a vez de proposta semelhante ser aprovada no Barreiro.

 

Em reunião da Assembleia Municipal do Barreiro, realizada a semana passada, foi aprovada uma recomendação apresentada por Jeorgete Teixeira, do Bloco de Esquerda que recomenda que a Biblioteca Municipal do concelho garanta “equididade com restante documentos” e seja garantida a “disponibilização de material literário e/ou audiovisual que aborde temáticas LGBTI – lésbica, gay, bissexual, transexual e intersexo”.

Ao contrário de Lisboa, cuja proposta foi aprovada com a abstenção dos deutados do PSD e do MPT, no Barreiro a proposta foi aprovada por unanimidade.

A deputada municipal Jeorgete Teixeira (Bloco) refere que – “nas Bibliotecas públicas, como noutras instituições culturais, podem entrar e permanecer formas de preconceito e discriminação que são hoje em dia inaceitáveis e que, por vezes, entram mesmo em conflito com os avanços legislativos e sociais registados na sociedade portuguesa”.

Para a deputada as bibliotecas devem – “criar atmosferas inclusivas” que facilitem o acesso a todas/os independentemente do seu sexo, identidade de género ou orientação sexual."
Esta medida prevê a criação física de "secções que permitam a disponibilização de material literário e/ou audiovisual que aborde temáticas LGBTI em equidade com outros documentos” consagrando "um direito de cidadania e não uma discriminação”.

 

Fonte: Rostos.pt