Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Dezanove
A Saber

As notícias de Portugal e do Mundo

A Fazer

Boas ideias para dentro e fora de casa

A Cuidar

As melhores dicas para uma vida ‘cool’ e saudável

A Ver

As imagens e os vídeos do momento

Praia 19

Nem na mata se encontram histórias assim

aeQuum: Um chão comum de Faro… para todo o país!

IMG_0085.JPG

A ideia de criar a aeQuum surgiu num almoço de amigos – os membros fundadores João Henrique Duarte (Presidente da direcção), Max Spencer-Dohner, Alexandre Bally e Christoph Seibold - onde, à volta de divinas iguarias, se debatia a necessidade de mais associações LGBTQIA+ em Portugal.

Entre exemplos da vida de cada um dos membros fundadores e de tantas outras pessoas pertencentes a esta comunidade, decidiram arregaçar as mangas e intervir. Um dos pontos mais importantes neste brainstorming de criação foi a realidade dos jovens adultos que são, por exemplo, expulsos de casa pelos pais quando decidem revelar a sua identidade de género ou orientação sexual, ficando, muitas vezes, desamparados financeira e socialmente.

IMG_7765.jpg

Originária de Faro, a missão principal da associação é proporcionar oportunidades iguais para todos, tendo já como projecto inicial a construção de uma casa abrigo. “aequum” provém do Latim e significa precisamente “oportunidades iguais”, “um chão comum”. O “Q” maiúsculo é propositado e faz alusão à palavra queer – um termo que ainda é considerado um insulto em países de língua inglesa; tendo sido posteriormente reclamado pela comunidade LGBTQIA+, de forma a combater o heteronormativismo e dando-lhe um novo significado de luta e força.

A aeQuum tem plena noção de que uma casa abrigo não resolverá todos os desafios que esta comunidade enfrenta e que poderá até evidenciar muitos deles, por isso tenciona contar com a colaboração de profissionais experientes nas áreas de Psicologia, Serviço Social e âmbito judicial, de modo a que a intervenção seja sólida, justa e equalitária. Propõem-se também a iniciar programas de inserção laboral e de incentivo à progressão de estudos, incluindo acordos para atribuição de bolsas. A casa abrigo estará localizada no centro de Faro e servirá também para realizar outros projectos na lista desta associação: distribuição de preservativos, rastreios de IST, acções para foco na saúde sexual LGBTQIA+, formações e até mesmo a criação de uma galeria de arte queer. Contudo, os fundadores têm os pés bem assentes no chão e declaram que “são imensas as ideias, mas um passo de cada vez”.

Casa abrigo antes das remodelações

Apesar de não se identificarem com nenhum partido político, admitem que “a voz da aeQuum estará presente em todas as comunidades compostas por minorias” e actuarão em projectos de lei ou junto de entidades deste sector, caso exista essa possibilidade. Estão abertos (e agradecem) colaborações com outras associações e projectos, assim bem como donativos ou até mesmo voluntariado. Pretendem implementar o modelo de associativismo americano, conjugando uma ajuda comunitária com um sistema de mecenato.

Para não perderem pitada de tudo isto e muito mais, apontem todos os contactos desta associação algarvia!

Instagram / Twitter: @ae_q_uum

Facebook. @associacaoaeQuum

Email: geral@aequum.eu

Whatsapp: 963497742

 

Maria Raposo

 

1 comentário

Comentar