Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Dezanove
A Saber

As notícias de Portugal e do Mundo

A Fazer

Boas ideias para dentro e fora de casa

A Cuidar

As melhores dicas para uma vida ‘cool’ e saudável

A Ver

As imagens e os vídeos do momento

Praia 19

Nem na mata se encontram histórias assim

Publicidade

Assim foi o Orgulho LGBT em Portugal e no Mundo

Há um mês Ponta Delgada recebia pela primeira vez no arquipélago açoriano a manifestação do Orgulho LGBT. Tratou-se de um dia histórico nos Açores com centenas de participantes a percorrer o centro de Ponta Delgada e milhares de pessoas nos passeios a assistir ao culminar do festival Pride Azores. A partir da capital açoriana, Cassilda Pascoal relatou entre terça-feira, dia de arranque do festival, e Sábado, as conferências e eventos mais importantes do Pride Azores.

Desta forma, chegou ao fim a cobertura do dezanove.pt das Marchas do Orgulho LGBT de Portugal em 2012.

Açores: Primeira Marcha do Orgulho LGBT junta milhares nas ruas

A concentração estava marcada para as 17 horas nas Portas da Cidade, em Ponta Delgada. Pouco depois da hora agendada, começaram a chegar grupos de pessoas que rapidamente deram cor à praça cinzenta do basalto enquanto muitas pessoas paravam nos passeios e cedo a praça ficou rodeada de “curiosos”.

Ser LGBT nos Açores: “A religião tem um peso enorme”

Uma conversa acerca dos vários motivos para participar na 1ª Marcha LGBT dos Açores deu início ao terceiro dia de actividades do Festival Pride Azores. Os testemunhos na primeira pessoa foram dados num debate intitulado “Ser LGBT nos Açores”.

 

Festival Pride Azores: políticos e activistas abordam direitos das pessoas LGBT

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Arrancou esta terça-feira em Ponta Delgada o primeiro festival de temática LGBT nos Açores. A sessão de abertura teve lugar no auditório da Biblioteca Pública e Arquivo Regional de Ponta Delgada.

Como vai ser o Pride Azores

Começa já a 28 de Agosto e prolonga-se até 1 de Setembro. O primeiro Pride Azores vai decorrer em Ponta Delgada. "Espero que a Marcha seja um dos pontos mais altos do Festival Pride Azores. Sendo a primeira manifestação LGBT nos Açores e com o apoio dos nossos simpatizantes, espero que algumas pessoas se juntem nas Portas da Cidade a prol dos direitos humanos para todos os seres humanos", contou ao dezanove Terry Costa (foto), presidente da associação Pride Azores, responsável pela semana que vai pôr os direitos LGBT em destaque no arquipélago.

 

 

CDS Açores contra apoio ao Orgulho Gay do arquipélago

O deputado do CDS-PP Pedro Medina criticou num requerimento entregue no Parlamento dos Açores o apoio do governo regional à realização do primeiro Orgulho Gay do arquipélago, previsto para o próximo ano em S. Miguel. "O Governo Regional dos Açores parece estar mais preocupado em importar eventos que não tem a ver com as nossas gentes, em vez de potenciar a nossa cultura", pode ler-se no documento. O deputado regional, que põe também em causa o montante que o governo poderá gastar no projecto, considera que "a Parada Gay não trará qualquer mais-valia do ponto de vista sócio-cultural para o desenvolvimento e afirmação dos Açores no contexto nacional e internacional, e levanta-nos sérias dúvidas o patrocínio do Governo Regional esse tipo de evento".

 

 

Primeira Marcha do Orgulho Gay dos Açores “só pode envergonhar os homossexuais sensatos”

O anúncio da primeira Marcha do Orgulho Gay nos Açores em 2012, avançado na semana passada gerou bastantes comentários nas redes sociais. Mas foi na imprensa local que surgiram as reacções mais polémicas. João Rocha, cronista do jornal “A União”, é o autor de uma crónica intitulada “Açores de rabo para o ar” em que considera o evento agendado para 2012 em S. Miguel “um exercício de pura esquizofrenia, uma manifestação espalhafatosa que só pode envergonhar os homossexuais sensatos”. O autor da crónica diz ter uma opinião “radicalmente diferente” e cita Graça Castanho, da Direcção Regional das Comunidades, entidade promotora da iniciativa, que “encontra na parada gay ‘um exercício de aceitação do outro’”

Primeira marcha do orgulho gay chega aos Açores em 2012

Em 2012 a ilha de São Miguel será o palco de uma marcha do orgulho LGBT. O anúncio foi feito pela directora regional das comunidades, Graça Castanho, do Governo Regional dos Açores. Ao dezanove, fonte da Direcção Regional das Comunidades referiu que a iniciativa será realizada "em parceria com instituições regionais e internacionais ligadas aos direitos". "Na altura certa", refere a mesma fonte, "juntamente com os parceiros", a entidade regional "terá todo o gosto em prestar declarações sobre o assunto em conferência de imprensa. A realizar-se, esta será a primeira marcha do orgulho LGBT no arquipélago.