Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Dezanove
A Saber

As notícias de Portugal e do Mundo

A Fazer

Boas ideias para dentro e fora de casa

A Cuidar

As melhores dicas para uma vida ‘cool’ e saudável

A Ver

As imagens e os vídeos do momento

Praia 19

Nem na mata se encontram histórias assim

Publicidade

Investigadores dinamarqueses descobrem maneira de “chutar e matar” o VIH

Uma equipa da Universidade de Aarhus, na Dinamarca, apresentou uma abordagem considerada completamente revolucionária, no combate ao VIH. Os resultados do trabalho deste grupo foram apresentados, esta semana, na Conferência Internacional  sobre a Sida, na Austrália.

Dinamarca: Primeiro país europeu onde não é preciso diagnóstico médico para mudar de género

A Dinamarca tornou-se em Junho no primeiro país europeu onde não é necessário um diagnóstico de disforia de género ou qualquer outro parecer por parte de um psicólogo para que uma pessoa possa legalmente mudar de género.

 

Como foi viver o Festival da Eurovisão em Malmo

Mais um ano, mais um festival da Eurovisão da Canção Este ano de 2013, o festival decorreu em Malmo, na Suécia, uma pequena cidade fronteiriça com a Dinamarca. No que se pode chamar um dos maiores eventos LGBT não oficiais, o mesmo acaba por criar um ambiente de Arraial LGBT, reunindo fãs de toda a Europa e um pouco de todo o mundo. Este ano, apesar de Portugal não participar, não houve falta de fãs lusos LGBT para animar a festa.

 

Dinamarca deverá ter casamento entre pessoas do mesmo sexo em 2012

O Ministro da Igualdade, Assuntos Eclesiásticos e para a Cooperação Nórdica revelou que o governo dinamarquês planeia legislar para o casamento entre pessoas do mesmo sexo gay no próximo ano, permitindo que as cerimónias ocorram em instalações da igreja dinamarquesa. Manu Sareen revelou ao jornal Jyllands Posten que os casais homossexuais poderão casar em breve: “Os primeiros casamentos entre pessoas do mesmo sexo serão, em princípio, tornados realidade na Primavera de 2012”. “Estou ansioso pelo momento em que o primeiro casal homossexual saia da igreja. Eu estarei lá a atirar arroz”. Sareen acrescentou ainda: “Tenho vários amigos que são homossexuais e não se podem casar. Eles amam os seus parceiros da mesma forma que heterossexuais o fazem, mas não têm o direito de viver isso da mesma forma. Isso é realmente preocupante”.


Cancelado: A crise chegou ao Mr. Gay Europe

A organização do evento Mr. Gay Europe, que se propõe escolher o homossexual mais bonito da Europa, informou em comunicado que o evento previsto para o próximo Sábado, dia 23, foi cancelado.  A eleição iria decorrer em Genebra, na Suíça.

Eric Butter, presidente do comité que organiza o evento e também o Mr. Gay World, informa que a gota que fez transbordar o copo foi a falta de apoio do Hotel Kempinski em Genebra, comunicada na sexta-feira passada. O hotel exigia o pagamento antecipado dos quartos reservados e a organização, por outro, aponta a falta de verbas para corresponder ao solicitado pelo estabelecimento.

A organização preferiu cancelar o evento, referindo a impossibilidade de avançar com uma acção legal contra a unidade hoteleira, através da justiça suíça, devido ao pouco tempo de manobra e, porque qualquer acção implicaria o dispêndio de uma importância que ultrapassaria o orçamento existente .

 

Sergio Lara - Foto: Marco di Filippo/Mr.Gay Europe

 

 

 

Após a vitória de Sergio Lara, pela Espanha em 2009, na edição de 2010 eram dezassete os candidatos provenientes do velho continente a concurso: Alemanha, Bielorrússia, Bulgária, Dinamarca, Espanha, Estónia, Finlândia, França, Holanda, Islândia, Itália, República Checa, Roménia, Rússia, Suécia, Suíça e Ucrânia. De Portugal não existia representante.

A organização fez saber que o valor entretanto pago pelos bilhetes (que oscilavam entre os 35 e os 55 euros) será reembolsado e que todos os candidatos a Mr. Gay Europe estão automaticamente seleccionados para o Mr. Gay World que se realizará nas Filipinas em Março de 2011. Em Manila, além do mais belo do planeta, será assim também apurado o Mr. Gay Europe.

Paulo Monteiro

Já segues o dezanove no Facebook?

Cavaco Silva promulga mas está contra a palavra “casamento” (vídeo)

“Não devo contribuir para o arrastar deste debate”, referiu hoje Cavaco Silva na comunicação ao país, onde explicou, numa curta declaração, que optou por promulgar o diploma do casamento entre pessoas do mesmo sexo. O Presidente da República apresentou duras críticas ao diploma e aos partidos que o aprovaram. “É de lamentar que não tenha havido consenso” sobre o assunto, já que, nas suas palavras, seria possível “evitar clivagens” na sociedade. Cavaco Silva exemplificou com os casos da França, Alemanha, Dinamarca e Reino Unido, onde existe um enquadramento semelhante ao matrimónio que protege os casais homossexuais, sem no entanto se chamar “casamento”. Dos 27 países da UE, apontou, apenas outros quatro escolheram o caminho português. Pelo “superior interesse nacional do país” que atravessa uma crise financeira, Cavaco optou por promulgar o diploma, dado que era expectável uma nova maioria na Assembleia da República. Perante uma segunda aprovação da Assembleia, Cavaco Silva era obrigado a promulgar o diploma.

 

Recorde-se que a comunicação de Cavaco Silva foi feita no Dia Mundial de Luta Contra a Homofobia e a Transfobia, uma data assinalada com uma marcha em Coimbra, que segundo a organização reuniu "mais de 300 pessoas" e uma conferência sobre homofobia e uma acção de Abraços Grátis em Lisboa.  Ainda hoje às 22 horas, no Terreiro do Paço, em Lisboa, o Rumos Novos – Grupo Homossexual Católico, vai realizar uma manifestação pública. Foi nessa praça que decorreu na semana passada a missa aquando da passagem de Bento XVI por Lisboa. Em Fátima, o Papa agradeceu “asiniciativas que visam tutelar os valores essenciais e primários da vida, desde a sua concepção, e da família, fundada sobre o matrimónio indissolúvel de um homem com uma mulher”.

 

 Foto destaque: Cavaco Silva, hoje no Palácio de Belém, enquanto se dirigia ao país, fotografado pelo dezanove