Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Dezanove
A Saber

Em Portugal e no Mundo

A Fazer

Boas ideias para dentro e fora de casa

A Cuidar

As melhores dicas para uma vida ‘cool’ e saudável

A Ver

As imagens e os vídeos do momento

Praia 19

Nem na mata se encontram histórias assim

Cidade Proibida de Eduardo Pitta

 cidade proibida eduardo pitta

Cidade Proibida é o primeiro romance do escritor, poeta e ensaísta português Eduardo  Pitta. Autor de Persona (2003); Um rapaz a Arder (2013) e Devastação (2021), Eduardo  Pitta é conhecido pelo seu carácter autobiográfico, do uso revolucionário do erotismo gay e  da construção das identidades sexuais das suas personagens, fazendo do autor um dos  mais aclamados escritores da literatura LGBTQIA+ portuguesa.  

 

 

Género e Poder: O que é a masculinidade?  

O que é a masculinidade livro

O homem é o Sujeito, o Absoluto; ela é o Outro”  - Simone Beauvoir, 1980 

O que é a masculinidade? Quando falamos em homens e masculinidade estamos a falar  da mesma coisa ou de coisas diferentes? Serão os homens os únicos autores da  masculinidade e do masculino? De onde parte a autoridade para haver a predominância  de um género sobre o outro (do masculino sobre o feminino)? Estas são só algumas das  questões levantadas da 23ª edição da colecção de Cadernos Sociais (2017) e que, através  de um conjunto diversificado de especialistas, entre a Sociologia e a Psiquiatria, tentam  responder evidenciando questões fulcrais sobre as problemáticas de género e dos  diferentes tipos de viver/construir a masculinidade. 

"Mr. Loverman" ou “e se a vida começasse aos 70?”  

mr loverman livro

"Mr. Loverman" é a mais recente obra de Bernardine Evaristo a chegar a Portugal pela chancela da  Elsinore. Natural do Londres, filha de mãe britânica e pai negeriano, Bernardine Evaristo é poetisa,  autora de contos e peças de teatro, conhecida pelos seus romances que lhe valeram a distinção de  primeira escritora negra a receber o British Book Awards 2020 com a obra “Girl Woman Other”. Através da sua escrita ousada, provocativa e hilariante Bernardine mostra o seu comprometimento activista em dar a conhecer a cultura e diásporas africanas ao qual "Mr. Loverman" não deixa de ser  exemplo. 

 

"O Amor do Avesso", por Luisgé Martín: De Barata a Príncipe Encantado

o amor do avesso livro

Luisgé Martín, prolífico autor de romances e contos, inaugurou as editoras portuguesas com a sua biografia traduzida "El Amor del Revés", uma série de relatos cruamente honestos do turbulento caminho rumo à aceitação da sua sexualidade. A biografia abrange o percurso do autor entre 1977, quando assume para si mesmo que é homossexual, e 1998 quando conhece o actual marido com quem teve o final feliz.

 

 

Nova edição de "Para acabar de vez com Eddy Bellegueule” de Édouard Louis  

Para Acabar de Vez com Eddy Bellegueule

“As injúrias acompanhavam os socos, e o meu silêncio, sempre. Paneleiro, bicha, rabeca,  maricas, panasca, roto, larilas… ou o homossexual, o gay. Às vezes cruzávamo-nos nas escadas a  abarrotar de estudantes, ou noutro sítio, no meio do pátio. Não me podiam bater à vista de todos,  não eram assim tão estúpidos, poderiam ser expulsos.”  

 

 

Passing: "Ser ou ser genuíno, eis a questão"

passing7.0.jpeg

As questões de identidade, cor da pele, racismo e família são algo que não só definem uma pessoa como influenciam toda a sua vida, a sua maneira de estar na comunidade, as suas aspirações, lutas e objectivos, sendo que todos estes factores vão-se alterando e evoluindo ao longo do tempo conforme certos encontros, desencontros e outras questões vão surgindo.

Três críticas sobre o filme “Chama-me Pelo Teu Nome” (com trailer)

Chama-me Pelo Teu Nome.png

O mais recente filme de Luca Guadagnino, “Chama-me Pelo Teu Nome” (“Call Me by Your Name”, 2017), é uma das estreias mais aguardadas da temporada de prémios. Ainda não foram revelados os nomeados aos Óscares e é já apontado como um dos favoritos, podendo-lhe estar reservadas três a cinco nomeações. Alguns colaboradores do dezanove.pt viram o filme antecipadamente e apresentam, de seguida, as suas críticas.

 

“Corações de Pedra”: a discrição do esvaziamento (com vídeo)

Corações de Pedra_2.jpg 

3star800.jpg

Na Islândia os corações não são de pedra, a própria vida é que é de pedra. Uma rocha imensa em que são necessários vulcões para derreter os sentimentos escondidos. É assim “Corações de Pedra”, que estreia nos cinemas a 25 de Maio e estará disponível em DVD e VOD a 1 de Junho.

A Primeira Pedra: Eu, Padre Gay, e a minha revolta contra a hipocrisia da Igreja

A primeira pedra - planeta - Krzysztof Charamsa.jp

4.jpeg

 

 

 

Depois de ter sido notícia devido ao seu coming out no Vaticano, em Outubro de 2015, um ano depois o Padre Charamsa lançava o livro em que conta o seu percurso de vida, que o trouxe a Portugal no final do ano passado.O dezanove leu A Primeira Pedra e deixa aqui algumas notas aos leitores.

Tchinda, um nome de Cabo Verde para toda a comunidade LGBTI (com vídeo)

tchindas.jpg

3,5star800.jpg

 

 

 

"Tchindas" (2015), de Pablo García Pérez de Lara e Marc Serena, surge de um longo caminho que começou a ser pavimentado em 1998, por Tchinda Andrade. Foi nesse ano que se revelou como uma mulher trans a um semanário local. Desde então, é uma das mulheres mais queridas da ilha de São Vicente, em Cabo Verde.

 

As cores contemporâneas de "A Canção de Lisboa" (com vídeos)

A Canção de Lisboa_2.jpg

4star800.jpg

 

 

 

Após o remake dos filmes “O Pátio das Cantigas" e “O Leão da Estrela”, ambos de 2015 e de Leonel Vieira, é a vez de “A Canção de Lisboa” (2016), de Pedro Varela, ter tudo para ser um sucesso. O filme mantém alguns traços da película original, de 1933, realizado por José Cottinelli Telmo, preservando o que fez dele o primeiro filme de comédia português e a característica das três personagens principais Vasco Leitão, Alice e José Caetano, trazendo-lhe uma roupagem diferente, adaptando-se às cores contemporâneas.

 

"London Spy": Investigação emocional (com trailer)

London Spy 1.jpg

3,5star800.jpg

 

 

 

Ancorado num desempenho brilhante de Ben Wishaw (e numa personagem à altura), "London Spy" é um thriller que joga com regras muito próprias, sem paralelos no pequeno ou no grande ecrã. Além do protagonista, Charlotte Rampling e Jim Broadbent dão pedigree à minissérie da BBC que parte para a espionagem a partir de uma relação homossexual – e está disponível por cá na Netflix.

Crítica de Gonçalo Sá publicada originalmente no seu blog gonn1000.

A vida que se entranha em “Love Is Strange” (com trailer)

Love is Strange_3.jpg

4star800.jpg

 

 


Finalmente estreia em Portugal “Love Is Strange – O Amor É Uma Coisa Estranha”, filme de 2014 realizado por Ira Sachs. Esteve para estrear por duas vezes nesse ano e mais outra em 2015. E o facto de só agora estrear nos cinemas portugueses é a maior crítica que se pode fazer.