Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Dezanove
A Saber

As notícias de Portugal e do Mundo

A Fazer

Boas ideias para dentro e fora de casa

A Cuidar

As melhores dicas para uma vida ‘cool’ e saudável

A Ver

As imagens e os vídeos do momento

Praia 19

Nem na mata se encontram histórias assim

Kiko is Hot: “Estamos a pedir que não façam humor com as minorias”

 

Kiko is Hot.jpeg

No passado dia 20 de Julho, foi para o ar mais um programa “O Rei manda”, da Rádio AVfm de Ovar, no qual três locutores, falam sobre Francisco Soares, mais conhecido por Kiko is Hot, (o actor da série “Casa do Cais”), de forma sexualizada, preconceituosa e estereotipada.

 

 

Afirmação LGBTQI

Samuel Pimenta.png

Há dias recebi uma mensagem de um leitor, do Brasil. Escreveu-me um longo texto, dizendo-me que vai acompanhando o meu percurso, que lê os poemas e artigos publicados aqui e acolá. E agradeceu-me. Não só pelos escritos, mas sobretudo por um vídeo em que apareço a discursar no encontro «Portugal, quem és tu?» — organizado pelo Fernando Alvim, em Janeiro de 2015, no Pavilhão do Conhecimento, em Lisboa –, onde abordo a questão do bullying homofóbico de que fui alvo até aos 18 anos.

 

 

Ataque homofóbico em Lisboa

Ataque homofóbico em Lx.jpg

Para Dária, Daniel e mais um amigo a noite do último Sábado não correu como planeado. Após sairem de uma festa LGBT-friendly, já em plena rua e por volta das 06h30 da manhã começaram a ouvir "bocas": "Olha os paneleiros, com uma miúda, vão se todos enrabar com amiga!". Era o princípio de mais um ataque homofóbico.

Cyberbullying, homofobia e serofobia: “Tive a sensação que ir à polícia foi completamente inútil”

Serofobia.jpg

Recebemos uma denúncia de um caso de serofobia ocorrido o mês passado (Junho de 2016) em Portugal. Respeitando o direito ao anonimato, falamos com esta pessoa que é homossexual e seropositiva - que denominaremos simplesmente de A. - para perceber o que se passou; se a situação de que foi vítima ainda se mantém e, afinal, o que acontece quando se formaliza uma queixa deste tipo.

A. foi vítima de discriminação e insultos na Internet: Um "ódio totalmente injustificável" a que se somaram montagens fotográficas e ameaças. Desalentado A. teve a sensação que ir à polícia foi “completamente inútil”.

 

Paulo Monteiro: “Enterramos as vítimas, mas não enterremos Orlando”

 Quando há uma semana nos deparámos com as primeiras e cruéis notícias de Orlando estávamos longe de imaginar a semana que se seguiria. Estivemos ao longo de dias agarrados às fontes de informação na esperança de saber algo mais. O que será que aprendemos? Que respostas vamos passar a dar?

Lorenzo e Pedro: a luta contra o bullying e os comentários de ódio online (com vídeos)

LORENZO E PEDRO NO GOUCHA.jpg

Foi um dia cheio de emoções para Lorenzo e Pedro. Acordaram com a porta de casa grafitada, foram entrevistados por Manuel Luís Goucha na TVI e ainda divulgaram um novo vídeo sobre o ódio nos comentários online. E o vídeo da experiência social protagonizada por ambos foi publicada por um site ucraniano.

O que fazer às mensagens de ódio? Transformá-las em amor (vídeo)

A empresa norte-americana de produtos alimentares Honey Maid fez, há cerca de três semanas, um anúncio com diversos tipos de família. Sucederam-se uma série de comentários considerados pouco abonatórios porque uma das famílias em questão é composta por um casal do mesmo sexo.

Facebook recusa remover foto que equipara o regime Nazi aos homossexuais

 Uma foto em que equipara o Nazismo às pessoas homossexuais foi publicada em Dezembro pelo grupo PPV, Portugal Pró-Vida. A foto do grupo no Facebook está legendada da seguinte forma: “A "agenda gay" está a ser-nos imposta contra nossa vontade. Luta! Resiste! Informa! No próximo dia 4 de Fevereiro vai ser votado no Parlamento Europeu o Relatório Lunacek. Mais uma peça do Puzzle."Queremos uma Europa com direitos humanos iguais para todos e não privilégios para alguns."

 

Os cinco vídeos que tens de ver sobre o que se passa na Rússia

A comunidade LGBT na Rússia vive momentos angustiantes e atrozes desde que a lei da "propaganda gay" entrou em vigor no país. Contra a lei e a violência exercida sobre a população LGBT já se levantam várias vozes, de prémios Nobel, passando por cantores e actores e até primeiros-ministros.

Carlos Castro morreu há três anos e revelou o pior dos portugueses

Um príncipe e um belo conhecem-se, estabelecem uma relação e vivem felizes para sempre. Um enredo que não é novo. A versão moderna e portuguesa da história misturou ficção com realidade, foi escrita a sangue e teve Carlos Castro e Renato Seabra nos papéis principais. Aos portugueses coube decidir quem era o Belo e o Monstro.

EUA: Vizinhos homófobos passam a ter vista para casa arco-íris

Mary Pham, uma médica residente na localidade de Irvine (Califórnia), decidiu mostrar o seu apoio à comunidade LGBT hasteando uma bandeira do arco-íris em casa. Hastear bandeiras, por exemplo de equipas desportivas, é um hábito na localidade tido como sinal de apoio às mesmas. O episódio remonta a Abril contam os sites Shewired e Pleasure Chest. Desde então Mary tem sido alvo de comentários homofóbicos e até mensagens de ódio por parte dos vizinhos.

Como se ensina o ódio na Rússia (vídeo)

Foi divulgado no Youtube um vídeo que mostra como a homossexualidade é vista pelos adeptos da lei que proíbe a propaganda homossexual na Rússia. Ao longo de mais de 4 minutos são veiculadas informações distorcidas, que carecem de veracidade científica e que incitam ao ódio junto da comunidade LGBT.